Blog

Gasolina tem 6ª alta seguida e fica 42% mais cara no período de um ano, diz IBGE

Os gastos das famílias com transportes passaram de uma elevação de 1,82% em setembro para um aumento de 2,62% em outubro, um impacto de 0,55 ponto porcentual sobre a taxa de 1,25% registrada pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) no último mês, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

A principal pressão foi dos combustíveis, que subiram 3,21%. A gasolina aumentou 3,10%, item de maior impacto individual sobre o índice do mês, 0,19 ponto porcentual. A gasolina teve a sexta elevação consecutiva, acumulando altas de 38,29% no ano e de 42,72% em 12 meses.

Preço da gasolina mais barato faz brasileiro atravessar a fronteira para abastecer no Paraguai

Além do Paraguai, motoristas que moram na fronteira com a Argentina conseguem abastecer por menos

Leia mais

Petrobras anuncia novo aumento no combustível e valores se aproximam dos R$ 8

É a quinta semana consecutiva de alta no preço do combustível, foi um aumento de mais de 2 % .

Leia mais